Dicas

Como prevenir o envelhecimento precoce

Se existisse uma pílula da juventude eterna, muitas de nós já teríamos experimentado, certo? Mas já que ela não existe, buscamos outras formas para evitar o envelhecimento precoce e, consequentemente, ter um corpo bonito e saudável.

Investir em procedimentos cirúrgicos e estéticos e em produtos de beleza é um método válido para retardar a morte celular. Mas você sabia que a saúde das nossas células começa de dentro para fora? Ou seja, além de todos esses artifícios, uma boa alimentação e um estilo de vida saudável são muito importantes para que os procedimentos sejam mais efetivos.

O envelhecimento é um processo fisiológico, genético e inevitável. Porém, pode ser acelerado por diversos fatores que se relacionam à alimentação e ao estilo de vida. Confira os principais:

  • Desequilíbrio entre produção de radicais livres e defesas antioxidantes

Essa situação é conhecida como estresse oxidativo. Ocorre quando há uma baixa defesa antioxidante que pode acontecer, por exemplo, devido ao baixo consumo ou pouca variedade de frutas e verduras ou devido ao excesso de substâncias maléficas que aumentam os radicais livres, como o tabagismo e o excesso de álcool.

  • Perda da funcionalidade celular devido ao encurtamento dos telômeros

Os telômeros são estruturas conhecidas como relógios moleculares das células. À medida em que a célula vai se renovando, eles vão se encurtando até perderem sua funcionalidade, não havendo mais lugar para o rejuvenescimento celular. Esse processo pode ser prevenido através da prática de atividade física regular e manutenção do IMC saudável. Sabe-se que as pessoas obesas possuem telômeros mais curtos do que as magras, mas à medida que perdem peso, eles se alongam. Quanto mais gordura se perde, maior é o alongamento dessas estruturas.

  • Substâncias que alteram a matriz celular ocasionando danos às estruturas de colágeno

Conhecidas como produtos finais da glicação avançada (AGE’s), essas substâncias são formadas naturalmente no organismo, porém a principal fonte é exógena, ou seja, através da alimentação. A formação dos AGE’s, nos alimentos, é influenciada pela composição dos nutrientes, temperatura e método de tratamento térmico no preparo. Métodos que utilizam temperaturas superiores a 170°C, como fritar, assar e grelhar, potencializam a formação de AGE’s. Já a cocção dos alimentos sob temperaturas mais brandas, em torno de 100°C, por períodos curtos de tempo e em presença de umidade, como o cozimento em água ou em vapor, contribui para o menor conteúdo dietético em AGE’s.

Veja agora algumas dicas de como prevenir o envelhecimento precoce:

  • Priorizar o consumo de verduras e vegetais crus ou cozidos a vapor para minimizar a formação dos AGE’s;
  • Consumir diariamente vegetais folhosos verde escuros e castanhas. Esses alimentos fornecem ácido fólico, que é uma vitamina importante para formação dos telômeros;
  • Fazer uso constante de ervas e temperos naturais que combatem os radicais livres e a formação dos AGE’s, como a canela, o alho, a cebola, o orégano e a cúrcuma, também conhecida como açafrão.
  • Incluir no dia a dia, chás fitoterápicos com propriedades antioxidantes devido à presença de polifenóis, como o chá verde, o chá mate e a passiflora (folha do maracujá). Porém, os chás, por mais inofensivos que pareçam, devem ser indicados por um profissional capacitado por possuírem restrições de uso. A passiflora, por exemplo, é contra indicada para pessoas com pressão baixa ou em uso de anti histamínicos, já os chás verde e preto devem ser evitados por pessoas com pressão alta e tireoide alterada;
  • Consumir alimentos fontes de resveratrol e flavonoides, como alface roxa, couve, chocolate com alta concentração de cacau, azeite, rúcula, espinafre, brócolis, uva, banana, goiaba, gengibre, nozes, cravo e vinho tinto;
  • Consumir bebidas alcoólicas com moderação. O excesso de álcool aumenta o estresse oxidativo no organismo;
  • Abandonar o tabagismo. Há milhares de substâncias tóxicas no cigarro que, além de aumentarem os radicais livres, depletam os nutrientes antioxidantes, o que ocasiona um estado de estresse oxidativo constante no corpo;
  • Praticar atividade física regularmente e manter o IMC saudável para prevenção do encurtamento dos telômeros;
  • Manter a glicemia sanguínea em níveis adequados. Quanto mais açúcar tiver no sangue, mais AGEs se formam e mais hemoglobina glicada se tem. O excesso de hemoglobina glicada leva ao envelhecimento acelerado da visão devido à degeneração da retina macular;
  • Evitar o consumo diário de alimentos com altas concentrações de AGE’s, como manteiga e margarina, carnes, principalmente fritas e assadas em altas temperaturas por longos períodos, queijos (especialmente o queijo parmesão), produtos industrializados, como cereais matinais, biscoitos e batatas do tipo chips ou fast food;
  • Abuse dos alimentos ricos em antioxidantes, como vitamina A (gema de ovo, cenoura, batata doce, mamão, manga, espinafre e tomate) e C (limão, laranja, acerola, goiaba, abacaxi, kiwi);
  • Mantenha a vitamina D em níveis adequados. Estudos vêm demonstrando que níveis mais elevados de vitamina D, estão associados com maior comprimento dos telômeros.

Seguindo essas dicas, além de manter um corpo jovem por mais tempo, você viverá de forma muito mais saudável!

Dica da nutricionista Caroline França


Postado em 19 de maio de 2016, por admin.



Deixe um comentário

 (obrigatório)
 (Não será publicado - obrigatório)

Depoimentos

R.C – 34 ANOS – Professora

Conheci a Clinica Dr. Frederico Pretti através da indicação de uma amiga que havia tido um excelente resultado com o Programa de Emagrecimento Saudável. Emagreci 15 Kg em 90 dias de tratamento. O resultado não poderia se melhor: me senti mais saudável, melhorei minha auto-estima e fiquei muito feliz por ter atingido o objetivo que tanto […]*


*Os resultados podem variar de pessoa para pessoa.
Gastronomia - Confira nossas receitas