Dieta da Proteína ou Cetogênica: Realmente emagrece e remodela?

Sim, ela emagrece. Emagrece rapidamente. E também reduz rapidamente a gordura abdominal, a ânsia de comer e o desejo pelos carboidratos.

Dieta da Proteína: Realmente emagrece?

Muito usada no mundo fitness, a dieta cetogênica é uma derivação da dieta da proteína ou dieta Atkins. A dieta cetogênica como preconizada no no mundo fitness realmente emagrece, seca as gordurinhas, remodela o corpo, não compromete o desempenho físico e nem o ganho de massa muscular. Mas sempre que você pensa em remodelar o corpo é preciso lembra que você precisa de um personal competente e o auxílio de alguns suplementos alimentares.

Dieta da Proteína ou Dieta Atkins

De um modo geral, os homens se adaptam melhor que as mulheres  à Dieta Atkins, especialmente em sua fase inicial onde a restrição de carboidratos é total. As mulheres têm naturalmente uma maior necessidade de carboidratos, especialmente durante o período pré-menstrual. Os carboidratos estimulam a produção cerebral de serotonina, o neurotransmissor da felicidade, alegria e adaptação ao estresse.

A Dieta Atkins, especialmente na fase de restrição total dos carboidratos, não é indicada para que quer performance física e ganho de massa muscular. Ela é mas indicada para quem está acima do peso e não gosta ou não pode por algum motivo fazer atividade física.

A Dieta Atkins pode provocar fadiga muscular, câimbras, tonteira e hipoglicemia, durante exercícios pesados. Isso ocorre pela falta da oferta dos carboidratos, pela adaptação inicial na utilização dos corpos cetônicos como fonte de energia para as células e pela deficiência de sais minerais e vitamina C. Para que isso não ocorra, sempre recomendamos uma suplementação de vitaminas e sais minerais, além de uma atividade física leve. Cansou? Parou.

A Dieta Atkins foi criada nos anos 1960 pelo cardiologista americano Robert Atkins, a ideia inicial dessa dieta é reduzir a ingestão de carboidratos e insulina a quase zero. Quando você priva o corpo do carboidrato, ele passa a utilizar a gordura armazenada como a principal fonte de energia, através da CETOSE.

A CETOSE é uma via metabólica muito eficiente, e a base dessa dieta. Essa é a dieta com maior capacidade de mobilização e queima de gordura armazenada. A via metabólica da formação de cetonas a partir da gordura é um grande sistema alternativo de produção de energia.

O Dr. George Cahill, um mestre em pesquisa de trajetórias metabólicas, disse: o cérebro utiliza mais facilmente a cetona como fonte de energia, do que a glicose. Os corpos cetonicos são o “combustível preferido” das células cerebrais.

Por outro lado, o carboidrato vicia o cérebro. Quanto mais você come, mais você quer comer. E quando você quer deixar de comer, entra em um quadro de síndrome de abstinência química. A insulina também tem uma participação decisiva na ânsia de comer doces, pães, bolos, biscoitos, etc. A restrição ao consumo de carboidratos desintoxica o cérebro. À medida que você desintoxica o cérebro, fica mais fácil dizer NÃO aos carboidratos. Os carboidratos e a insulina são os responsáveis pela compulsão alimentar.

Dieta da Proteína: Realmente emagrece?

Proteína e gordura promovem um alto índice de saciedade no cérebro e retarda o esvaziamento gástrico, aumentando ainda mais a sensação de saciedade. Você pode observar bem esse efeito ao comer uma feijoada ou um churrasco.

O aumento dos níveis de insulina no sangue e o aumento da resistência das células à ação da insulina estão na gênese da obesidade e podem ser evitados mediante a restrição da ingestão de carboidratos.

A correção metabólica promovida pela dieta da proteína é tão notável que você pode perder peso mesmo ingerindo uma quantidade maior de calorias. Segundo o Dr. Atkins, uma dieta restrita em carboidratos é mais eficiente que o jejum para eliminar a gordura armazenada.

Vantagens da Dieta

É uma dieta que reduz drasticamente a glicemia, a glicemia média, a glicohemoglobina, os triglicerídeos, a homocisteína e os marcadores inflamatórios. Porque o açúcar e a gordura armazenada são os maiores fatores inflamatórios do organismo. A inflamação crônica e silenciosa serve de base para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, degenerativas cerebrais entre tantas outras.

Efeitos colaterais da Dieta

Numerosos médicos fazem restrições à cetose, mas quando usada adequadamente,  ela é segura e eficaz. O Dr. Atkins aplicou essa dieta, com sucesso, em mais de 25.000 pacientes obesos, e concluiu: a cetose é uma via metabólica extremamente desejável a ponto de denominá-la de Cetose Dietética Benigna.

O Dr. John Yudkin, disse: essa não é uma dieta rica em gordura. Em uma dieta convencional, as pessoas acabam ingerindo, sem perceber, muito mais gordura, através da ingestão de inúmeros produtos industrializados: sorvetes, biscoitos, bolos, doces, salgadinhos, chips, etc. A maior parte dos produtos industrializados ainda contém o pior tipo de gordura que existe – GORDURA TRANS OU HIDROGENADA.

A Dieta da Proteína, não aumenta os níveis de colesterol como comumente é alardeado. Pode ocorrer um aumento da ordem de 20% em pessoas que já possuem o colesterol alto. Mas você pode fazer a dieta comendo carnes mais magras e reduzindo o consumo de vísceras, embutidos e frutos do mar.

Ah! E não provoca nenhuma sobrecarga da função renal. Trabalho com essa dieta há mais de 25 anos, monitoro a função renal de todos os meus clientes e nunca houve um caso de insuficiência renal ou uma elevação importante dos níveis de ureia e creatinina. Mas recomendamos a ingestão diária de pelo menos 2 litros de água.

A prisão de ventre é muito comum durante a dieta devido à redução drástica de fibras que ocorre com a retirada de frutas e vegetais. Isso pode ser resolvido com uso diário de lactobacilos e fibras.

Quem não deve fazer a Dieta da Proteína?

  • Portadores de depressão severa;
  • Pessoas que fazem uso de anticoagulantes;
  • Portadores de insuficiência renal aguda ou crônica;
  • Portadores de diabetes mellitus em uso de insulina.

Considerações finais

Você pode perder um volume surpreendente de peso sem sentir fome e ainda sentir um bem-estar inacreditável com a Dieta da Proteína. É uma dieta cetogênica, especialmente indicada para quem não gosta de fazer atividade física.

Somos um ser único. Pessoas diferentes necessitam de dietas e estratégias de emagrecimento diferentes para conseguir um bom resultado. Além de fazer a dieta, é preciso saber sair da dieta. É nessa hora que você pode perder todo o esforço que fez para emagrecer. Lembre-se sempre: a tendência para o ganho de peso não tem cura, mas controle.

Entre em contato conosco, venha conhecer o nosso programa de emagrecimento saudável, ou procure um acompanhamento profissional especializado para lhe ajudar.

Artigo do Dr. Frederico Pretti


Share
Postado em 14 de março de 2017, por  
Tags:
Leia os comentários   |   Deixe um comentário


Deixe um comentário

 (obrigatório)
 (Não será publicado - obrigatório)